quinta-feira, 13 de maio de 2010


Pegadas na areia
Deixando pegadas na areia,Assim quero caminhar,Em passos leves e suaves,Com nada a se preocupar.
Caminhando sobre a areia fina,Pisando em delicados grãos,Sentindo que abraçam meus pés,Caminho delicadamente,
Quero caminhar em passos solitários,Refletindo sobre a vida,Como quem flutua com a brisa,Caminhando na areia a passos leves
Olho para trás,Vejo meus passos solitários,Que deixei na fina areia,Cujos grãos meus pés moldaram,
Ao olhar, se engana quem pensar,Que meus solitários passos,São sinônimos de abandono ou solidão,Pois estou bem acompanhada, nesta minha caminhada
Acompanha-me em pensamento,A cada passo, a cada movimento,“Meu amor”, que por capricho do destino,Não pode na mesma areia, suas pegadas deixar,
Impedido, de junto a mim caminhar,Na fina e delicada areia,Não pode o “Meu Anjo”,Seus passos junto aos meus moldar
By Metrílica

2 comentários:

  1. Obrigada por apreciar nossos versos!

    Grande abraço

    Metrílica;-)

    ResponderExcluir
  2. siga nosso blog!

    http://www.bymetrilica.blogspot.com/

    ResponderExcluir